CORREGEDOR DO CNJ ENFATIZA IMPORTÂNCIA DA JMU

Corregedor do CNJ enfatiza importância da Justiça Militar da União “O CNJ precisa da Justiça Militar e o Brasil também precisa de vocês”. A afirmação do ministro do STJ e corregedor nacional de justiça, Gilson Dipp, durante palestra de encerramento do VII Encontro de Magistrados da JMU, resumiu a importância da atuação da instituição na história do país. Em sua fala, o ministro Dipp ressaltou
o amadurecimento da parceria entre o Conselho Nacional de Justiça e os membros da Justiça Militar da União. Para o ministro, “nunca houve tanta aproximação entre a JMU e o CNJ. A Justiça Militar está em perfeita consonância com o Conselho, dando visibilidade e transparência ao seu trabalho”, declarou o ministro Dipp. Um ponto bastante enfocado pelo corregedor foi o resgate da credibilidade do Poder Judiciário. “Precisamos prestar contas à sociedade, pois todo poder emana do povo direta ou indiretamente. A sociedade nos pede agilidade, transparência, eficiência e planejamento em nossa atuação.” Nesse sentido, o magistrado falou da importância desta Justiça Especializada divulgar o seu trabalho e do “fim do estigma de que a Justiça Militar é uma justiça isolada ou que ela não faz parte do Poder Judiciário.” Metas - Ao final da palestra, o presidente do STM, ministro Carlos Alberto Marques Soares, falou sobre o trabalho dos magistrados na busca de excelência da prestação jurisdicional. O ministro apresentou dados estatísticos sobre os julgados da primeira instância e ressaltou que “a JMU tem apenas dez processos em todo o Brasil para alcançar o cumprimento da Meta 2 do CNJ”. O presidente do STM falou também de seu sonho de criar presídios militares em cada circunscrição do país e sobre outras metas apontadas pelo CNJ. O VII Encontro dos Magistrados da Justiça Militar da União, promovido pelo Superior Tribunal Militar, foi coordenado pelo gabinete do ministro Olympio Pereira da Silva Junior e terminou no dia 24 de setembro. Fonte: Site do Superior Tribunal Militar

Sobre o Autor: JORGE CESAR DE ASSIS

Possui graduação em Direito pela Faculdade de Direito de Curitiba (1990) e graduação em Curso de Formação de Oficiais pela Academia Policial Militar do Guatupê (1977). Atualmente é integrante do cadastro de docentes da Escola Superior do Ministério Público da União, sócio fundador da Associação Internacional das Justiças Militares. É membro do Ministério Público da União, sendo Promotor da Justiça Militar lotado em Santa Maria - RS. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Militar. Palestrante e articulista assíduo.