PM DO PARANÁ CRIA CONSELHO REVISOR PARA AÇÕES

Polícia Militar cria conselho revisor para acompanhar ações estratégicas - 03/07/2008 12:39:52 O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Anselmo José de Oliveira, instalou oficialmente, nesta quinta-feira (3), o Conselho Revisor, para acompanhamento das ações estratégicas da corporação, nos moldes do conselho do governo estadual. Trata-se de um dos projetos internos do novo comandante da PM que terá reflexos diretos para a comunidade. “É uma medida
importantíssima para a Polícia Militar, porque estrutura o acompanhamento de todos os projetos”, afirmou Anselmo. Anselmo citou como exemplo a Operação Escudo, que será monitorada pelo Conselho Revisor, assim como todos os projetos anunciados e aqueles que forem implantados ao longo do tempo. A operação já está em andamento em Curitiba e região metropolitana, e também alguns municípios do interior do Paraná. Segundo o comandante, para cada projeto é especificado um conceito, um cronograma de prazos para as ações e, a cada 15 dias, o presidente do conselho, coronel Celso José Mello, chefe do Estado Maior da corporação, se reúne com quem está à frente de cada projeto para saber do andamento dos trabalhos. “Estamos iniciando o Conselho Revisor com 21 programas”, disse Anselmo, explicando que este número não é fixo. Outro projeto que será acompanhado pelo conselho é a criação da Corregedoria da Polícia Militar, que vai acelerar a tramitação dos procedimentos em casos de desvios de conduta de policiais militares. Há ainda o acompanhamento dos trabalhos da Força Samurai, lançada na última semana de junho, para o combate ao narcotráfico. O Conselho Revisor ainda vai verificar o andamento dos trabalhos relacionados a um novo projeto, a ser anunciado em breve, que é a Segurança Social, que pretende propor à sociedade a revisão de comportamentos para a melhoria da qualidade de vida das pessoas. Ainda de acordo com o coronel Anselmo, a população verá os reflexos positivos da atuação do conselho. “No caso da Operação Escudo, a população vê os policiais militares atuando, muitas vezes desconhecendo até que o projeto é normatizado pelo Conselho Revisor”, comentou. “O Conselho Revisor se traduz num trabalho dinâmico e participativo que vai nos mostrar a realidade da ação da PM”, completou o coronel Celso José Mello.

Sobre o Autor: JORGE CESAR DE ASSIS

Possui graduação em Direito pela Faculdade de Direito de Curitiba (1990) e graduação em Curso de Formação de Oficiais pela Academia Policial Militar do Guatupê (1977). Atualmente é integrante do cadastro de docentes da Escola Superior do Ministério Público da União, sócio fundador da Associação Internacional das Justiças Militares. É membro do Ministério Público da União, sendo Promotor da Justiça Militar lotado em Santa Maria - RS. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Militar. Palestrante e articulista assíduo.