CADETES DA PM DO PARANÁ RECEBEM ESPADIM TIRADENTES

Cadetes da Academia Policial Militar do Guatupê recebem Espadim Tiradentes - 08/08/2008 16:33:07 Alunos do primeiro ano do Curso de Formação de Oficiais da Academia Policial Militar do Guatupê (APMG) receberam, nesta sexta-feira (8), o Espadim Tiradentes, arma símbolo do cadete. A solenidade de entrega faz parte das comemorações do aniversário de 154 anos da Polícia Militar. “O espadim sinaliza o potencial que estes jovens
têm de se tornarem futuros oficiais da Polícia Militar, prontos a defender a sociedade”, afirmou o coronel Anselmo José de Oliveira, comandante-geral da Polícia Militar. Dos 80 cadetes, 29 são policiais militares e 51 são bombeiros militares. Os cadetes, que em dois anos e meio saem da APMG, fizeram a entrada solene sob os olhares curiosos dos convidados. Muitos já têm familiares militares, outros deixaram de ser civis há poucos meses e começam agora a educação militar. Mesmo quem já conhece o ritmo militar fica ansioso. Esse é o caso da cadete Carla Adriana Prado Spak, do Corpo de Bombeiros. Ela, que ingressou como soldado na primeira turma de mulheres nos bombeiros, fez o vestibular para o Curso de Formação de Oficiais. “Eu me realizo aqui”, afirmou, contando também que a data coincidiu com o casamento que já estava marcado e foi adiado. O noivo, o soldado da Polícia Militar Josimar Sobol, foi o padrinho de Spak. São os padrinhos – familiares ou pessoas escolhidas pelos cadetes – que fazem a entrega do Espadim Tiradentes. A arma símbolo do cadete é feita de aço, ouro e marfim, e tem na lâmina a inscrição em latim “prolege vigilanda”, que significa “vigilância da lei”. Ao falar sobre a importância desta solenidade para a vida de cada um dos 80 cadetes, o comandante da APMG, coronel Joacyr José da Silva, lembrou que a responsabilidade dobra. “Aqui estes jovens são lapidados para sair às ruas e exercer cargos de comando. A qualificação para servir à sociedade começa aqui”, disse Joacyr.

Galeria da Notícia

Sobre o Autor: JORGE CESAR DE ASSIS

Possui graduação em Direito pela Faculdade de Direito de Curitiba (1990) e graduação em Curso de Formação de Oficiais pela Academia Policial Militar do Guatupê (1977). Atualmente é integrante do cadastro de docentes da Escola Superior do Ministério Público da União, sócio fundador da Associação Internacional das Justiças Militares. É membro do Ministério Público da União, sendo Promotor da Justiça Militar lotado em Santa Maria - RS. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Militar. Palestrante e articulista assíduo.