Faleceu a Subprocuradora-Geral Adriana Lorandi

É com pesar que comunicamos o falecimento da subprocuradora-geral de Justiça Militar Adriana Lorandi, ocorrido no dia 27 de novembro, pela manhã, no Rio de Janeiro. O corpo da Subprocuradora-Geral foi trasladado para a cidade de Piracicaba, no Estado de São Paulo, onde foi realizado o sepultamento, no Cemitério da Saudade. Adriana Lorandi ingressou no Ministério Público Militar em 4 de fevereiro de 1985, após aprovação no 4º Concurso Público para Promotor de Justiça Militar. Em 21 de fevereiro de 1995, foi promovida por antiguidade ao cargo de Procuradora de Justiça Militar. A promoção à Subprocuradora-Geral de Justiça Militar ocorreu em 11 de setembro de 1996, por merecimento. No período de março de 2000 a março de 2002, exerceu o cargo de Procuradora-Geral de Justiça Militar. Adriana Lorandi foi a primeira mulher nomeada para chefiar o Ministério Público Militar.

Sobre o Autor: JORGE CESAR DE ASSIS

Advogado inscrito na OAB-PR. Integrou o Ministério Público Militar da União de 1999-2016. Integrou o Ministério Público paranaense de 1995-1999. Oficial da Reserva não Remunerada da Polícia Militar do Paraná. Sócio Fundador da Associação Internacional das Justiças Militares. Membro Correspondente da Academia Mineira de Direito Militar. Coordenador da Biblioteca de Estudos de Direito Militar da Editora Juruá.