AMAJME DE LUTO

Companheiros da Associação dos Magistrados das Justiças Militares Estaduais, Nossa companheira de muitas lutas não está mais conosco. Faleceu a Desembargadora Marilza Lúcia Fortes, hoje, 20 de setembro, por volta das 14h, na Cidade de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Infelizmente, para nós, seus amigos, familiares e colegas da AMAJME, chegou ao fim o seu tempo aqui nesta vida. Foi uma lutadora, em sua vida pessoal e em sua vida profissional. Acompanhamos a Marilza desde o início dos anos 80, quando, com a sua participação decisiva e de vários companheiros, foi criada a Associação dos Magistrados das Justiças Militares Estaduais (AMAJME), da qual ela sempre foi ardente defensora, constante colaboradora e emérita Presidente. Marilza sempre esteve na linha de frente, defendendo a Justiça Militar, lutando por seus princípios, objetivando acima de tudo o respeito à Justiça e aos valores democráticos. Nestes últimos anos combateu grave doença, com todas as suas forças, como era de seu caráter. Para nós, da AMAJME, que a conhecemos bem de perto, com certeza ela não foi vencida pela doença que a acometeu, e sim, porque terminou o seu tempo conosco. A todos os companheiros da AMAJME, à Justiça do Estado do Mato Grosso do Sul, e aos familiares e amigos da Dra. Marilza Lúcia Fortes, os nossos sentimentos por essas perda irreparável e as nossas orações ao Grande Arquiteto do Universo para que acolha essa brava mulher e digna Juíza em lugar bem próximo Dele, dando a todos a compreensão e o amparo nestes momentos difíceis que todos estamos passando. Getúlio Corrêa Presidente da AMAJME

Sobre o Autor: JORGE CESAR DE ASSIS

Advogado inscrito na OAB-PR. Integrou o Ministério Público Militar da União de 1999-2016. Integrou o Ministério Público paranaense de 1995-1999. Oficial da Reserva não Remunerada da Polícia Militar do Paraná. Sócio Fundador da Associação Internacional das Justiças Militares. Membro Correspondente da Academia Mineira de Direito Militar. Coordenador da Biblioteca de Estudos de Direito Militar da Editora Juruá.