DIREITO MILITAR INTERNACIONAL

Aproveitamos para divulgar a crescente internacionalização do Direito Militar, resultando fértil congraçamento entre operadores deste ramo especializado do Direito, de vários países. O Brasil tem tido uma participação destacada. Na 1ª foto, flagrante do II Encontro Internacional de Direito Humanitário e Direito Militar, ocorrido em Florianópolis-Santa Catarina-Brasil, em dezembro de 2003, mostrando o Promotor da Justiça Militar Jorge Cesar de Assis e o General Ángel García Belda, então Presidente do Tribunal Militar Central da Espanha; na 2ª foto, uma mostra da reunião do Conselho de Administração da Associação Internacional das Justiças Militares - AIJM, realizada na Sala de Vistas do Tribuna lMilitar Central, em Madrid, Espanha. Participaram representantes do Brasil, Espanha, Estados Unidos, África do Sul, Chile, Uruguay, Angola e Eslováquia. A AIJM é presidida pelo Juiz-Auditor brasileiro Getúlio Correa. Na foto nº 03, flagrante do Seminário Jurídico realizado pela Coordenadoria Regional da Escola Superior do Ministério Público da União e Ministério Público Militar, em novembro de 2005, na cidade de Juiz de Fora-Minas Gerais-Brasil, mostrando o Promotor da Justiça Militar brasileira Jorge Cesar de Assis e o General Antonio dos Santos Neto, Juiz Presidente do Supremo Tribunal Militar de Angola. Informamos também que a AIJM edita uma revista jurídica internacional - HUMANITAS ET MILITARIS, que já se encontra em seu número 2.

Galeria da Notícia

Sobre o Autor: JORGE CESAR DE ASSIS

Advogado inscrito na OAB-PR. Integrou o Ministério Público Militar da União de 1999-2016. Integrou o Ministério Público paranaense de 1995-1999. Oficial da Reserva não Remunerada da Polícia Militar do Paraná. Sócio Fundador da Associação Internacional das Justiças Militares. Membro Correspondente da Academia Mineira de Direito Militar. Coordenador da Biblioteca de Estudos de Direito Militar da Editora Juruá.

Todos os direitos reservados © Jusmilitaris 2020 | Desenvolvido por: